• Stoff Costa

Professor que foi a protesto contra o isolamento morre com suspeitas de Covid-19

Angelo Antônio Cavalcante Martins, professor da Universidade Federal de Alagoas, não usou máscara em uma manifestação bolsonarista em abril que pedia, entre outras coisas, por um novo AI-5




No dia 19 de abril, Angelo Antônio Cavalcante Martins, professor da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), foi a um protesto bolsonarista em Maceió que pregava o fim das medidas de isolamento social e pedia, entre outras coisas, por uma intervenção militar e um novo AI-5.


Na manifestação, feita no Dia do Exército, Martins estava vestido de verde e amarelo, como a maioria dos manifestantes, não usava máscara e desrespeitava o decreto estadual que, desde março, proibia aglomerações.


Neste domingo (17), menos de um mês após o ato, o professor faleceu com suspeitas de Covid-19.


Segundo pessoa próximas, Martins adoeceu cerca de uma semana antes de falecer e procurou uma unidade de saúde da capital alagoana quando já estava com sintomas avançados, como febre e falta de ar.


A Associação de Docentes da UFAL confirmou a morte do professor e informou que o sepultamento de Martins foi realizado no último domingo de “forma bastante reservada, devido à suspeita de contágio da Covid-19”.


Até a noite desta segunda-feira (18), o Ministério da Saúde havia registrado 4.031 casos de Covid-19 no em Alagoas e 221 óbitos em decorrência da doença no estado.

31 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por BLK Entertainment Brasil. Todos os direitos reservados a O na íntegra comunicação e mídia.