• Stoff Costa

Ministério Público pede investigação sobre cartão corporativo de Bolsonaro



O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) pediu hoje a abertura de uma investigação sobre os gastos com cartão corporativo da Presidência da República.

Reportagens mostraram que, nos três primeiros meses de 2020, os gastos foram os maiores para o período desde 2013, chegando a R$ 6,2 milhões e superando Dilma Rousseff e Michel Temer.


Para que a investigação tenha início, o pedido ainda precisa ser deliberado pelo TCU.

O senador Fabiano Contarato, da Rede, havia acionado o TCU pedindo a investigação sobre os gastos com o cartão.

5 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por BLK Entertainment Brasil. Todos os direitos reservados a O na íntegra comunicação e mídia.