• Stoff Costa

"Ele não gosta de pobre. As obras dele são só no centro da Cidade", Diz Célio Moura sobre Dimas

Em entrevista exclusiva o deputado federal Célio Moura falou sobre eleições municipais, atuação no congresso federal, governo Bolsonaro e fez duras criticas ao prefeito de Araguaína.

O blog "O na integra" entrevistou o deputado federal Célio Moura (PT), o parlamentar foi questionado sobre qual balanço fazia sobre o sobre atuação parlamentar no primeiro semestre de 2020, deixou explicito seu descontentamento com o atual governo federal do Brasil e afirmou ficar envaidecido ao ter seu nome lembrado para disputar a prefeitura de Araguaína.


Ainda na entrevista com o parlamentar, foram abordados assuntos como o nome do juiz aposentado e pré-candidato Leador Machado, como o nome do partido dos trabalhadores na disputa pela prefeitura de Araguaína, terceirização da saúde e educação pública no município. Quando o assunto abordado foi a gestão do prefeito Ronaldo Dimas, Célio Moura não poupou palavras e fez duras criticas ao chefe do poder executivo municipal.


Qual o balanço da sua atuação parlamentar, no primeiro semestre de 2020?


o balanço que fazemos é um balanço positivo, ou seja, nós participamos de todos os debates travados na Câmara do deputados. principalmente no que se referiu ao auxilio emergencial, que foi uma proposta do Partido dos Trabalhadores (PT) que solicitava um salario minimo para cada pessoa desempregada em situação de dificuldades por causa do Corona Vírus, as pessoas e tinham dificuldades ou de ferias coletivas que tiveram seus salários reduzidos e mesma aquelas pessoas que trabalham de forma direta ou seja os informais, que estavam impossibilitados de trabalhar. Ou seja nós tivemos uma atuação positiva, aprovamos o auxilio emergencial que beneficiou a maioria da população brasileira com dificuldades, bem como, nós conseguimos aprovar também o auxilio emergencial a cultura, onde cada profissional de cultura pudesse receber o auxilio do Governo, porque é a categoria sem sombra de duvidas que mais está afetada em relação a essa pandemia. Da mesma, forma forma a Lei Assis Carvalho que é a MP 735, que é justamente pra financiar a agricultura familiar em ate de mil reais, melhorar a situação daquelas pessoas que estão endividadas pra poder prorrogar as dividas, além do mais, organizar a produção, aumentar o numero da produção, aumentar o numero de vendas da agricultura familiar pra merenda escolar, ou seja tivemos um embate muito grande no Congresso Nacional ir de certa forma foi muito positiva a nossa participação.


Como o senhor avalia o trabalho da Câmara dos deputados nesse mesmo período?


Com relação a avaliação do nosso trabalho nas câmara dos deputados, acho que foi muito produtiva. A gente achava que o congresso iria parar por causa do coronavírus, pelo contrario, foi muitos projetos, todos os tipos de atuações da Câmara dos deputados nesse período. Nós estamos trabalhando demais, aprovamos muitas coisas ou seja, nós conseguimos fazer com que a pauta da câmara dos deputados que estava travada com muitos projetos pra serem votados, conseguimos adiantar, principalmente no que se diz respeito a saúde publica ao covid19. Por tanto, acho que foi muito positiva a nossa atuação na câmara dos deputados. Sempre a situação de Araguaína, o Estado do Tocantins em primeiro lugar, buscando recursos pra que a gente possa melhorar a vida da população tanto na questão da saúde, quanto também na questão da educação e da infraestrutura do Estado e também, como é nosso caso, olhando com mais destaque a questão da agricultura familiar, as pessoas do campo.


Com base na sua visão, como o senhor descreve o Governo do Presidente Jair Bolsonaro?


Bolsonaro é um governo que até agora não mostrou pra que veio, é um governo que não tinha um programa de governo definido, que não tinha uma estrategia, que não participou de nenhum debate pra chegar ao governo. Bolsonaro não estava preparado pra ser Presidente da república, além do mais a sua posição contraria em atacar a democracia, atacar os movimentos sociais, atacar os movimentos sindicais, a sua perseguição as Universidades publicas, o seu desprezo pelos negros, pelos quilombolas, pelas mulheres, o seu desprezo pelas comunidades indígenas, é foi muito grave nesse começo de gestão. Ou seja, o que aconteceu? O País entrou numa crise econômica violenta, são mais de um milhão e duzentas mil empregos que foram embora agora recentemente e o País passa pela maior crise de emprego na historia. Muita gente desempregada, mais da metade da população está desempregada ou seja tem mais gente desempregada que pessoas trabalhando, isso sem falar que tem muita gente que não vai no sine, nos órgãos governamentais pra poder fazer sua inscrição pra arrumar emprego, quer dizer, essas pessoas não estão nem se quer cadastradas, não entram no índice. Por tanto, é um governo desastrado, um governo que não respeita a democracia, é um governo composto de milicianos, de pessoas que realmente a população odeia, quer armar o povo brasileiro, quer simplesmente acabar com tudo aquilo que faz oposição a ele, desrespeita o Supremo Tribunal Federal, persegui as oposições, enfiem é um Governo tirano que está inclusive denunciado nos Organismo internacionais sobre crime contra humanidade, é violento, perseguidor e anti-democrata.


O nome do senhor é citado por alguns como o nome ideal para disputar a prefeitura de Araguaína. Por quê não colocou seu nome a disposição como pré-candidato?


Com relação do meu nome ser colocado como pré-candidato da prefeito de Araguaína, eu fico envaidecido, uma vez que em 2004 fui candidato a prefeito de Araguaína contra todos os vereadores da Câmara, aliás, tinha o Elenil da Penha e o Amilton da Caixa que estavam do meu lado, o resto tudo contrario; cinco deputados estaduais, Palito, Cesar Halum, Walfredo Reis, Valuar Barros e Palmeri Bezerra, dois deputados federais, Lazaro Botelho e Ronaldo Dimas, dois senadores, João Ribeiro e Carlos Patrocínio, o ex-governador Siqueira Campos e o governador na época Marcelo Miranda, apolicia militar atuando duramente contra a gente, a prefeita candidata reeleição, a Associação Comercial, o Sindicato Rural, ou seja, um enfrentamento que tivemos violento e nós conseguimos passar na frente na campanha da prefeita Walderez e se não fosse a compra de voto o abuso de poder econômico nós tínhamos ganhados as eleições em 2004. Por tanto, eu acredito que o nosso nome está aí, por que nós sempre estivemos na luta dos trabalhadores de Araguaína, na luta pela moradia popular, fui advogado de todas essas ocupações que teve na Cidade de Araguaína lutando para que as pessoas tivessem um lote para morar , fui advogado dos movimentos sociais, tive uma militância muito forte dentro da OAB, principalmente em relação aos direitos humanos e meu nome foi lembrado. É muito bom morar em uma Cidade e as pessoas ter sempre o seu nome lembrado pra disputa da eleição municipal.




O PT em Araguaína decidiu pelo nome do juiz aposentado Leador Machado, como o senhor avalia o pré-candidato do partido na Cidade?


Nós optamos por apoiar o Dr. Leador Machado, primeiro por ser um velho conhecido, um militante do partido dos trabalhadores aqui em Brasilia, já foi advogado do partido, é fundador do partido dos trabalhadores em Brasilia, lá no Gama, Cidade Satellite do Gama. É um homem preparado, é um homem ligado aos movimentos, principalmente sindicais da Igreja Católica, é um quadro do partido dos trabalhadores respeitado, e com ele estava a muito tempo como juiz do trabalho, já tinha condições de aposentar-se, é claro que não tinha chegado o tempo ainda, ele resolveu antecipar a sua aposentadoria e nós o convidamos para o ser o nosso candidato a prefeito de Araguaína. Ele coloca-se como um grande nome que vai disputar essas eleições, com certeza absoluta vai ganhar todos os debates que vão acontecer em Araguaína, todos os debates pra qualquer tema que for abordado ele tem capacidade pra poder discorrer, tenho certeza absoluta que como em Araguaína os nomes que surgiram até agora são nomes conhecidos da gente, a gente já conhece a atuação de cada um, vejo o nome do Dr. Leador Machado como a nova esperança. Sem duvida nenhuma é um forte candidato pra ganhar a disputa pra prefeito de Araguaína


Existe a possibilidade do PT apoiar um candidato do grupo do prefeito Ronaldo Dimas?


Não existe a menor possibilidade do PT apoiar o grupo do atual prefeito Ronaldo Dimas, de forma alguma. O prefeito Ronaldo Dimas privatizou a saúde municipal, contratou um tal de Instituto ISAC, instituto nebuloso, parece que ele é filho daquele instituto do Rio de Janeiro, que inclusive tá causando o impeachment do governado do RJ, aquele instituo que ele criou lá no RJ, que meteu as mão nos cofres públicos, atuando no estado do Rj com criminalidade da mesma forma do tal do ISAC. Ou seja, não tem sede, ninguém sabe quem é o Diretor, ninguém qual o quadro funcional, ninguém sabe o que ele está fazendo com o dinheiro, mas ele está existindo. Então, esse tal de ISAC nós temos certeza absoluta que é a privatização descarada da saúde de Araguaína e nós queremos que o Ministério Público do Estado do Tocantins fique de olho nesse instituto, da mesma forma o tribunal de contas do Estado porquê é inadmissível um instituto igual a esse, só esses dias pra trás olhando naquela Transparência Brasil, nas contas da prefeitura, um repasse de cinco milhões e cem mil reais pra esse instituo e não sei o que ele faz em Araguaína, ninguém sabe o que esse instituto está fazendo em Araguaína. Da mesma forma ele tenta privatizar a educação, contratando professores através de uma "empezinha" pra contratar professores, as pessoas são contratadas em agosto são mandadas embora em Novembro, depois são contratados em Fevereiro até Junho, ou seja, não paga ferias, não paga decimo terceiro, não paga nada. Esses contratos irregulares feitos pelo prefeito Ronaldo dimas e a outra coisa é que ele não gosta de pobre, as obras dele são só pro centro da Cidade, obras faraônicas, são obras que foram construídas somente para poder mostrar que ele é gosta obras grandes, não atinge a periferia, a periferia passa por dificuldades e além do mais, todas as obras que foram construídas em Araguaína, foram construídas com dinheiro liberado pelo Presidente Lula, todas as casas do jardim das flores até a ultima unidade habitacional que foi inaugurada, todos esse dinheiro dessas casas foram liberados pelo Presidente Lula e a Presidenta Dilma.

105 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por BLK Entertainment Brasil. Todos os direitos reservados a O na íntegra comunicação e mídia.