O na íntegra- jornalismo coragem

MENU
Logo
Domingo, 25 de julho de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Ygor Cortez, vereador ou fiscal de piroca?

Vereador usou as redes sociais para criticar uma postagem da prefeitura Municipal que relata o amor de duas pessoas do mesmo sexo.

1112
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Certamente, alguns irão criticar o título desta matéria de opinião, de fato concordo que pode ter palavras “chulas” e “vulgares”, mas é assim que os medíocres devem serem tratados.  O vereador de Araguaína Ygor Cortez (PV), usou as redes sociais para compartilhar um vídeo onde faz críticas a uma matéria postada pela assessoria da prefeitura municipal, que retrata o amor de duas pessoas do mesmo sexo em comemoração ao dia dos namorados. O parlamentar não gostou e fez duras críticas, achou inadmissível que esse tipo de conteúdo seja postado na página da prefeitura e afirmou discordar que recursos municipais sejam utilizados para tais fins.

É importante parabenizar a prefeitura municipal de Araguaína e o jornalista Felipe Maranhão pela iniciativa e conteúdo produzido, é um passo importante para tentarmos derrubar o muro do preconceito que insiste em diferenciar e separar as pessoas de acordo com sua orientação sexual e sexualidade. Assim como é importante, esclarecer ao parlamentar em questão que o que é inadmissível é que a população pague salários altíssimos a políticos medíocres como o parlamentar em questão e ainda todos os tipos de mordomias e privilégios a esses indivíduos.

O parlamentar, assim como boa parte dos representantes do povo na Câmara Municipal de Araguaína, recentemente assistirem aos risos, um discurso preconceito e homofônico do Vereador Sargento Carneiro na tribuna da casa de leis, sem manifestar-se contrário ao ato criminoso de homofobia dentro da Câmara. E agora vem com essa cara de pau, criticar um simples conteúdo jornalístico da prefeitura municipal, só por que retrata a história de um casal homoafetivo?

Vereador, o senhor foi eleito para representar a todos os araguainenses independente e raça, cor, classe social ou sexualidade. O vereador não foi eleito para questionar a sexualidade alheia ou posicionar-se contrário, Araguaína elegeu o parlamentar para o cargo de vereador e não de líder religioso.

Ao parlamentar deixo minha sugestão, procure ser fiel, honrar e respeitar o seu matrimonio e deixe que cada um cuide dos seus. Acrescento ainda, exerça seu papel como representante do povo com empenho e eficiência e não causando polemica e atacando “lgbtqi+” para se manter na mídia.

Desafio o vereador Ygor Cortez a apresentar um balanço sobre seu mandato e trabalho realizado naquela casa de lei. Quais projetos de relevância e de interesse do povo foram apresentados pelo parlamentar durante sua atual legislatura? E pra finalizar uma pergunta ao vereador Ygor Cortez; “O senhor foi eleito vereador ou fiscal de piroca?”

Créditos (Imagem de capa): internet

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )