O na íntegra- jornalismo coragem

MENU
Logo
Quarta, 24 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Ratinho pode ser preso? Suplicy defende prisão do apresentador por apoiar intervenção militar

O petista também convidou o apresentador para um debate.

164
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Se depender do vereador Eduardo Suplicy (PT-SP), o apresentador Ratinho estaria atrás das grades, o vereador afirmou que o apresentador Ratinho deveria ser preso após defender uma intervenção militar no Brasil. O petista comparou as declarações de Ratinho com as do deputado federal Daniel Siveira (PSL-RJ), preso na terça-feira (16) após publicar um vídeo com ataques e ofensas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).
“Por suas declarações em favor da Ditadura Militar, Ratinho está a merecer punição semelhante à do deputado Daniel Silveira (PSL). Por 11×0 o STF decidiu que ele deve estar preso”, escreveu Suplicy em seu perfil no Twitter.

O petista também convidou o apresentador para um debate. Além de defender uma intervenção militar, Ratinho ainda mencionou a política de Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York, que tirou os moradores de rua de circulação.

Ratinho apoia intervenção militar

Durante seu programa ‘Turma do Ratinho’, na rádio Massa FM, Ratinho disse que é a favor da intervenção militar no Brasil para melhorar a situação do país.


“Eu sei que o que vou falar aqui pode até chocar, mas está na hora de fazer igual fez em Singapura. Entrou um general, consertou o país e, um ano depois, fez eleições. Mas primeiro concertou, chamou todos denunciados e disse: ‘vocês têm 24 horas para deixar o país ou serão fuzilados’. Limpou Singapura”, disparou.

O artista ainda mencionou a política de Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York, que tirou os moradores de rua de circulação: “Do que as pessoas tinham medo? Morador de rua. Ele tirou todos os moradores de rua e deu um lugar para os caras se virarem. Ele limpou tudo e a imprensa ficou a favor dele. Aqui, se mexer com morador de rua, a imprensa cai em cima do político”.

E completou: “Se eu abrir uma votação perguntando se o povo é a favor da volta dos militares, dá 70%. Nossa democracia é muito frágil, dá margem para bandido, estranha”.

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )