O na íntegra - Jornalismo Coragem

Sexta, 19 de agosto de 2022
MENU

Política

Polêmico e na defesa da "Família", Marcos Duarte quer uma cadeira na Assembleia Legislativa

Marcos não se preocupa com o desgaste da sua imagem, pelo contrário, o parlamentar  sabe exatamente pra que público fala.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Ainda em seu primeiro mandato como vereador de Araguaína, Marcos Duarte coleciona polêmicas, posicionamentos firmes, algumas vezes considerados homofóbicos, machistas e até mesmo racistas, mas também se mostra um político articulador e com o propósito definido. O parlamentar foi eleito recentemente Presidente da Câmara Municipal de Araguaína.

O vereador agora se apresenta como pré-candidato a deputado estadual, de fato a postura de Duarte não agrada a todos, mas o pré-candidato tem um público alvo, os evangélicos e a bandeira da defesa da família brasileira, e faz questão de reafirmar seus posicionamentos falando a linguagem do seu público.

Quando lançou-se candidato a vereador em 2020, no próprio meio político o nome de Marcos Duarte era visto como fraco para conquistar um mandato como vereador da Capital econômica do Estado, o resultado nas urnas calou aqueles que diziam "É candidato de trezentos votos", foi eleito vereador de Araguaína com 1.179 votos, sendo o 8º mais votado. Com a bandeira de defesa da família e dos valores cristãos, Marcos Duarte foi o criador da Bancada Evangélica da Câmara, sendo escolhido como presidente. Nesta Frente Parlamentar, Duarte defende pautas contra a ideologia de gênero.

Na guerra contra a ideologia de gênero, Duarte foi denunciado ao Ministério Público após postar nas redes sociais nota de repúdio, nas qual expôs aversão ao uso das contas da Prefeitura de Araguaína para contar a trajetória do primeiro casal homoafetivo do Tocantins a oficializar sua união em cartório, após decisão do Supremo Tribunal Federal que estendeu o direito à casais LGBTQI+. 

O vereador e novo presidente da Câmara Municipal de Araguaína é alvo também de um procedimento do Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Araguaína, que instaurou um procedimento para apurar uma denúncia de incitação ao racismo supostamente praticada pelo parlamentar.
Pelas informações aportadas no MPTO, o vereador teria utilizado a tribuna do legislativo municipal para proferir falas de cunho racista ao se referir a um colega parlamentar.

A polêmica envolvendo o novo presidente da Câmara aconteceu logo após sua vitória na eleição para a Mesa Diretora ao agradecer a articulação de Alcivan em pronunciamento na tribuna: "Soldado Alcivan é um dos principais articuladores dessa chapa. Esse negão aí é um negro de alma branca. É um negro bom e já vai sair na imprensa amanhã como o ministro Barroso disse ao ministro Joaquim Barbosa [no STF]".

Mesmo envolvido em inúmeras polêmicas, Marcos não se preocupa com o desgaste da sua imagem, pelo contrário, o parlamentar  sabe exatamente pra que público fala e tem um objetivo atrair os votos daqueles evangélicos e conservadores que pensa como ele. E é contando com o voto desse público que Marcos Duarte irá em busca uma cadeira na Assembleia Legislativa do Tocantins e é um dos novos nomes em busca de um mandato de deputado estadual.

Créditos (Imagem de capa): Internet

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!