O na íntegra - Jornalismo Coragem

Sábado, 26 de novembro de 2022
MENU

Política

Os riscos da democracia

O PT tem bons quadros de sobra para fazer um governo sério e transparente.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Brasil acaba de atravessar o desafio de mostrar-se uma democracia consolidada e que deixa apenas grupos de extremistas ainda resistindo ao resultado das eleições.                                     

Em poucos dias, esse grupos serão dissipados e partiremos para um governo de esquerda, socialista e popular. Aí é que começam os riscos da própria democracia. Ficou evidente que o presidente Lula vai precisar negociar com o parlamento a governabilidade. Nesse instante podemos correr o risco de não sermos o Brasil do futuro, ma sim um Brasil de um passado recente, perigoso e sombrio.

Vamos lá ! Há uma unanimidade em relação ao nome da senadora Simone Tebet, que poderá ser a nova ministra da agricultura, pasta que precisará conciliar o agro com os movimentos populares e produtivos. Mas o MDB do Sarney, Renan Calheiros e Jader Barbalho, vão se contentar com isso ? E o Gilberto Kassab ?  O que pretendem esses “cavaleiros da democracia”?  

O Ciro Gomes acabou virando um refém do Sr Carlos Lupi, velho conhecido do FAT, fundo de amparo ao trabalhador. É uma pena que esse senhor nunca tenha trabalhado, e já sonha com o ministério do trabalho. São esses os riscos dessa democracia que precisa ser negociada com um congresso “nacional” cuja 1ª pauta elege a manutenção do orçamento secreto, defendido pelo presidente Lira, da câmara dos deputados, que já “oferece” apoio a transição e a democracia.        

O PT tem bons quadros de sobra para fazer um governo sério e transparente! Basta chamar Eduardo Suplicy, Fernando Haddad, Flávio Dino, Wellington Dias, e por que não Célio Moura ?       

Será que o novo governo precisa mesmo compor com a odiada Kátia Abreu ? Ela entrará representado que partido? O de Ciro Nogueira, chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro? Ou será representante da bancada ruralista, que a tem como um satanás, um judas do agronegócio?                                  

O que o povo precisa estar atento é que esses partidos estavam apartados dos cofres públicos e resistiram com o orçamento secreto e o fundo partidário. O primeiro grande teste do presidente Lula será exatamente esse monstrengo chamado orçamento secreto. Se ele for mantido, estaremos vivendo o retrocesso do Brasil que acabamos de derrotar nas urnas. Fora o orçamento secreto! Fora Kátia Abreu! Viva o Brasil !

Créditos (Imagem de capa): Internet

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!