O na íntegra - Jornalismo Coragem

Sexta, 19 de agosto de 2022
MENU

Política

Formação de chapa ou de quadrilha? Dimas se reúne com Miranda

O anúncio da visita de Dimas ao manda-chuva da legenda, foi divulgado pelo próprio MDB em suas redes sociais.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A trajetória política de Marcelo Miranda foi marcada por escândalos de corrupção. O ex-governador do Estado do Tocantins, nos últimos anos tem estampado mais as manchetes polícias do que política.

O ex-governador é investigado por corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de recursos públicos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro.

A PF estima que o esquema atribuído a Miranda tenha causado prejuízos de mais de R$ 300 milhões aos cofres públicos. Na operação batizada como “12º Trabalho”, a PF cumpre 11 mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva. Também são alvos dos mandados de prisão o pai do ex-governador, José Edmar Miranda, e um irmão, José Edmar Miranda Junior.

A investigação tem como base várias operações, como a Reis do Gado, a Marcapasso, a Pontes de Papel, a Convergência e a Lava Jato.

Em Setembro de 2019, Marcelo Miranda foi preso  em caráter preventivo e passou quase cinco meses em cárcere. 

Marcelo foi cassado pela última vez em março do ano passado. Cinco meses depois, ele foi condenado a 13 anos e 9 meses de prisão por peculato e fraude à licitação pela contratação de uma entidade para gerir os hospitais estaduais em 2003 e 2004, durante sua gestão.

O encontro com Ronaldo Dimas

No último sábado, 12, o pré-candidato ao Governo do Tocantins, Ronaldo Dimas (Podemos) esteve reunido em Palmas, com o ex-governador Marcelo Miranda, líder do MDB no Estado e pré-candidato ao Senado nas eleições de 2022.

O anúncio da visita de Dimas ao manda-chuva da legenda, foi divulgado pelo próprio MDB em suas redes sociais. A reunião contou também com a presença do  secretário geral do partido Dr.Herbert Brito ( Dr.Buti) e o membro da executiva Dr. Jaques Silva.

O ex-prefeito de Araguaína tem tentado fechar alianças e fortalecer o seu pífio grupo político visando a disputa pelo Palácio Araguaína. Mas que moral tem um candidato  para chegar ao poder é capaz de aliar-se com um indivíduo com a ficha policial de Marcelo Miranda?

Que moral tem um candidato para afirmar em um palanque ou programa eleitoral que será contra a corrupção ou irá combatê-la tendo ao lado um dos maiores saqueadores dos cofres do Estado?

Dimas já deve uma explicação aos araguainenses sobre o desvio de R$ 7 milhões dos cofres da  saude pública do município de Araguaina enquanto era gestor do município, e como não bastasse agora busca aliança com o que temos de pior no Estado.

Créditos (Imagem de capa): Internet

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!