O na íntegra- jornalismo coragem

MENU
Logo
Quarta, 24 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Banho solidário: limpos para voltarem a serem invisíveis

Faz se necessário garantir o mínimo de dignidade humana.

74
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Pelo título do noticiário local você começa a sentir orgulho do início da gestão de Wagner Rodrigues. Até que enfim o poder público municipal milagrosamente conseguiu enxergar o infeliz do morador de rua.

Um quiosque instalado na praça para a higienização do morador de rua, kit higienização, máscaras, roupas novas e até um levantamento do histórico do Cidadão, isso é louvável. Mas precisamos aprofundar na informação, é a mais uma edição de um projeto social no calendário município.

Precisamos mais que isso. Eles precisam mais que isso. É necessário que seja garantido um mínimo de dignidade humana, estão em estado de vulnerabilidade é obrigação da gestão pública através da sua assistência social que seja garantido aos moradores de rua o que é deles por direito assegurados pelo art 1° da Constituição Federal.

Muitos desses moradores de rua tem problemas com vício do alcoolismo e são dependentes químicos e precisam serem encaminhados para tratamentos destinados a dependentes químicos.   Outros fatores fundamentais são; a necessidade de um teto para morar e alimentação diária. 

Faz-se necessário que o poder público municipal tenham um local para abrigar aqueles que estão em situação de abandono, que garanta uma alimentação diária, assistência médica e psicológica.

Todas essas ações devem serem contínuas e não alguns dias no mês, no ano ou por que vivemos um pandemia causada pelo Covid19. Mas para isso, o serviço social do município precisa funcionar de fato e não ser uma estrutura criada apenas para ser utilizada como cabide de emprego para parentes de políticos, cabos eleitos e apadrinhados político.

Existem recursos e verbas que são destinados para ser aplicado nesta área e não invertido em ações sociais seletivas para eleger aspirantes a donos de um futuro mandato político.

Créditos (Imagem de capa): Marcos Sandes

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )